Quaresma: por que o peixe não é considerado “carne”?

Você está aqui: